Regularização de débitos da Comunidade Bethânia

por Assessoria de Comunicação publicado 08/06/2016 16h56, última modificação 08/06/2016 16h56
Executivo pretende subdividir área onde ficava a entidade para instalação de pequenas empresas

               Durante sessão ordinária realizada nesta quarta-feira, 08 de junho, na Câmara Municipal de Castro, os vereadores aprovaram, após votação única, o projeto de lei n° 57/2016 autorizando o Executivo a realizar a baixa de valores lançados em nome da Comunidade Bethânia, que encerrou suas atividades sociais em 2012. Segundo a justificativa da proposta, a baixa dos débitos visa a regularização da área onde a entidade estava instalada para possibilitar a sua subdivisão e utilização por pequenas empresas.  

                Também passaram por turno único o projeto do vereador Luiz Cezar Canha Ferreira (PSC), que nomina trecho hoje sem nome, localizado no Bairro Colônia Santa Clara, como prolongamento da Rua José Arthur de Jesus, e quatro requerimentos.  Através de uma destas proposições o vereador Joel Elias Fadel (PSDB) solicita informações da Prefeitura quanto a possibilidade de firmar convênio junto ao Esquadrão da Vida de Ponta Grossa, que recupera e trata pessoas afetadas pelo consumo de álcool e drogas.

                Por sua vez, Herculano da Silva (PSC) e Maria de Fátima Barth Antão Castro (PMDB) requerem, respectivamente, o remanejamento dos postes de luz da Vila Jeová, e dados referentes a previsão da implantação do sistema de rede de esgoto no Conjunto Santa Clara. O último documento é assinado por Regiane Batista Severino (PRB) que homenageia a jovem castrense Anderly Zargiski, eleita Miss Eco Brasil 2016, com Voto de Congratulações.

                O projeto de lei n° 31/2016, que cria o cargo de Profissional de Comunicação e amplia o número de vagas de biólogo no quadro de provimento efetivo da Prefeitura, constava na pauta para passar por primeira discussão. A matéria não foi votada devido pedido de vistas apresentado pela vereadora Regiane Batista Severino (PRB) para esclarecimentos de dúvidas. Sendo assim, o único projeto analisado neste turno de votação foi o que dispõe sobre as diretrizes para elaboração da lei orçamentária para o exercício financeiro de 2017. Esta proposição foi aprovada com emendas apresentadas pelas Comissões Permanentes e na próxima semana passa por nova análise.

                Antes do expediente foram apresentadas sete indicações. Luiz Cezar Canha Ferreira (PSC) aponta a necessidade de colocação de tachões, pintura de faixas e placas de sinalização na Morada do Sol, ampliação do anti-pó nas Ruas Valdevina Rodrigues dos Santos e Juvenal Ribas, e instalação de manilhas para esta última; Aline Sleutjes (PR) pede melhorias para as estradas de Arroio Bonito e Guabiroba; e, José Otávio Nocera (PMDB) solicita melhorias e a instalação de academia ao ar livre na Praça localizada no Jardim Dona Helena.

                A próxima sessão ordinária será realizada na quarta-feira, dia 15, às 14 horas, no plenário da Casa de Leis.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados