Secretário de Esporte agradece apoio à equipe de Vôlei

por Assessoria de Comunicação publicado 16/03/2016 17h55, última modificação 18/03/2016 15h47
Discussão única- Aprovado projeto do “transporte universitário”

              Durante sessão realizada na tarde desta quarta-feira, 16 de março, às 14 horas, na Câmara Municipal de Castro, o Secretário Municipal de Esporte, Antenor Telles, fez uso da tribuna. Antes disso, o Presidente da Casa, vereador Gerson Sutil (PSB), parabenizou toda a equipe envolvida com o time de Vôlei do Caramuru e enfatizou que o Legislativo sente-se honrado em receber uma equipe que leva o nome da cidade a nível nacional, e que tem demonstrado raça, disposição e vontade de vencer.

                Antenor Telles agradeceu o espaço e o apoio dos vereadores    desde o início da gestão. Telles relatou um pouco da história do Vôlei em Castro, o trabalho do seu técnico, as atividades sociais desenvolvidas pelos times do Caramuru junto a crianças em escolinhas ou dentro das escolas públicas, e as conquistas alcançadas para chegar até aqui: Jogos Abertos e da Juventude, Paranaense Juvenil, Liga Vôlei do Paraná, Liga Sul, e a vaga tão sonhada na Super Liga A. “Castro hoje é uma referência regional e estadual no esporte. Tenho orgulho de ter uma equipe de colaboradores na secretaria que nos leva a estes resultados”, declarou.

           O secretário também reconheceu a importância dos patrocinadores e da torcida, e convidou a todos para assistir e torcer pelo time da cidade na sexta-feira dia 18, às 19h45, no Ginásio Pagnacco, na final da Superliga B.

           Durante votação única os parlamentares aprovaram requerimento de autoria do vereador Luiz Cezar Canha Ferreira (PSC) que solicitou Voto de Louvor à Associação Caramuru Esportes de Castro em reconhecimento ao acesso à Séria A da Superliga Nacional de Vôlei Masculino, visto que, na série B, independente do resultado do jogo de sexta-feira, alcançaram os primeiros lugares.

                Em turno único de discussão, os vereadores também aprovaram o projeto de lei n° 173/2015, que concede auxílio transporte aos estudantes de curso superior e curso técnico. A proposta foi aprovada com emenda das Comissões Permanentes de Constituição e Justiça e de Finanças e Orçamento, presididas pelos vereadores José Otávio Nocera (PMDB) e Regiane Batista Severino (PRB), que apresentaram anexo único com as pontuações a serem atribuídas a cada critério a ser avaliado para disponibilização do benefício. Estes critérios considerarão, por exemplo, a renda familiar do estudante, sua situação habitacional, de trabalho, educacional, e seu grupo familiar. A pontuação destes tópicos foi tema de audiência pública realizada no último sábado, dia 12, visto que não constava no projeto enviado pelo Executivo.

                A vereadora Maria de Fátima Barth Antão Castro (PMDB) também apresentou emendas, incluindo a possibilidade de que alunos de cursos profissionalizantes sejam contemplados com o auxílio, e os que fazem cursos semipresenciais, sendo observada a proporcionalidade dos dias de aulas em que seja necessário o deslocamento. Além disso, a vereadora acrescentou como possíveis beneficiários os aprendizes que necessitam deslocar-se do interior do município para a cidade em virtude dos estudos.

                Logo após a aprovação o projeto foi encaminhado ao Executivo Municipal, para sanção do Prefeito Municipal, e início da vigência da Lei.

 

Demais votações

                Além do projeto que beneficia os estudantes de cursos superior, técnico e profissionalizante, recebeu voto favorável de todos os parlamentares, após turno único, o projeto de decreto legislativo n° 01/2016, que referenda convênio a ser celebrado entre o Município e o Juízo Eleitoral da cidade, para cessão de 16 estagiários que colaborarão com o cadastro biométrico de eleitores.

                Após avaliação em plenário, serão encaminhados ao Executivo, requerimentos que solicitam informações. Antonio Sirlei Alves Da Silva (DEM) questiona a Prefeitura sobre o estado de abandono do antigo prédio do Fórum, e Itari Cropolato (PSL) requer dados sobre gastos com publicidade realizadas pelo órgão e quanto a gastos com a reforma da Unidade de Saúde da Família do Jardim das Araucárias.  

                Em segunda votação foram aprovados três projetos, instituindo a taxa de inspeção de produtos de origem animal, extinguindo o cargo em comissão de Chefe do Departamento de Concessão, Permissão e Serviços Auxiliares, e incluindo parágrafo na Lei n° 712/1994 para retirar a inalienabiliddae e impossibilidade de transferência dos direitos da área doada à Empresa Vapza Alimentos.

                Seis proposições constavam na pauta para serem apreciadas pela primeira vez, porém devido a pedido de vistas, dilação de prazo e de informações complementares, apenas dois deles passaram por processo de discussão.    Aprovados, os projetos de lei n° 21/2016, que cria o cargo de geógrafo no quadro de funcionários do Executivo, e o de n° 26/2016, que extingue o cargo em comissão de Diretoria de Pesquisa e Informação, passam por segunda votação na próxima semana.

                Nesta reunião foram apresentadas oito indicações em que os vereadores apontam necessidades e sugestões, como: realização de feira de frutas no barracão localizado na Rua Adolfo Gustavo Lesnau, instalação de redutor de velocidade na Rua Germano Kugler, colocação de lombada na Rua Dom Pedro II, medidas de segurança na esquina da Rua Wenceslau Braz com a Francisco Botogoski, melhorias nas ruas Miguel Zadhi e Gustavo Arnoldo Augustat, construção de banheiros acessíveis no PSF Canta Galo, e a instalação de fita antiderrapante nas escadas da Rodoviária Municipal.

                A próxima sessão será realizada na quarta-feira, dia 23, às 14 horas, no plenário da Casa de Leis.