Câmara de Castro altera sessões para segunda a noite

por Thiago Terada publicado 28/11/2019 14h36, última modificação 28/11/2019 14h36
Objetivo é realizar as sessões em um horário mais acessível para a população. Proposta gerou debate entre os vereadores

A partir da próxima semana, as sessões ordinárias da Câmara Municipal de Castro passam a acontecer nas segundas-feiras às 19h. O objetivo, de mudar de quarta-feira às 14h para o novo dia e horário, é aumentar a participação da população nas sessões, tirando as sessões do período comercial para outro mais acessível para a população castrense.

A mudança foi proposta pelo Projeto de Resolução 13/2019 de autoria da vereadora presidente Fátima Castro (MDB) e dos vereadores Herculano da Silva (PSC), Maurício Kusdra (DC) e Rafael Rabbers (DEM). O Projeto foi aprovado por sete votos a seis durante a sessão desta quarta-feira (27) e, com isso, a próxima sessão ordinária será realizada na próxima segunda (02), às 19h.

Além de alterar o horário, a resolução também prevê o aumento das sessões ordinárias anuais, passando de 36 para 40. A mudança foi possível devido a redução do recesso parlamentar, aprovado pelos vereadores em Setembro.

“Acredito que a mudança será benéfica para a população. Primeiro, pelo fato de aumentarmos o número de sessões, o que significa que os vereadores estarão mais presentes na Câmara. Segundo, pois muitas pessoas reclamavam que não podiam acompanhar as sessões que eram realizadas no meio da tarde de quarta-feira e, agora, poderão acompanha-las”, disse Fátima.

Contrário à alteração, o vereador Gerson Sutil (PSB) argumentou que, em anos anteriores, as sessões foram alteradas para o período noturno e mesmo assim não houve participação da população.

Outras votações

Durante a sessão desta quarta, os vereadores também aprovaram dois créditos adicionais. O primeiro, no valor de R$ 512 mil, para a realização de reformas nas Unidades de Saúde do Socavão e do Tronco. Já o segundo, de R$ 2,7 mi, para o pagamento de pessoal. Os parlamentares também aprovaram uma moção de apoio aos servidores dos Correios na luta pela suspensão dos estudos que objetivam viabilizar sua privatização.

Polícia Civil

A requerimento do vereador Zé Nocera (MDB), o delegado da 43ª Delegacia Regional da Polícia Civil, Dr. Lucas Mariano Mendes, fez uso da palavra, durante a sessão, para falar sobre os serviços realizados pela delegacia no Município de Castro. Ele apresentou números de resoluções de crimes e que a delegacia da cidade, mesmo com um número reduzido de servidores, possui resultados expressivos.

“A atuação da Polícia Civil no ano de 2019, em números até o momento: registramos 2728 boletins de ocorrência, 229 prisões em flagrantes, 642 inquéritos policiais, dos quais a maioria já está relatado e encaminhado para o Ministério Público, 102 termos circunstanciados, 45 boletins de ocorrência circunstanciados e 267 medidas protetivas de urgência. Elucidamos e prendemos 100% dos casos de feminicídio, obtivemos 78% de resolução nos casos de homicídio”, apresentou.