Câmara de Castro homenageia castrenses em Sessão Solene

por Thiago Terada publicado 20/11/2019 15h55, última modificação 20/11/2019 15h52
Evento acontece no sábado, a partir das 17 horas, no plenário do Legislativo

A Câmara Municipal de Castro realiza, no próximo sábado (23), a partir das 17 horas, sessão solene para outorga de título de cidadão honorário. Durante o evento, receberão a homenagem a meritíssima juíza de direito, Erika Watanabe, o presidente do Sicredi Campos Gerais, Popke Ferdinand van der Vinne, e o Tenente-Coronel Flaubert Echnaton Ribas Bourguignon.

A concessão de título de cidadão honorário é uma das atribuições dos vereadores e tem por objetivo homenagear alguém que não nasceu no município, mas que desempenhou alguma atividade relevante em Castro. Os parlamentares criam um projeto de lei concedendo o título ao homenageado e, se a proposta for aprovada e sancionada pelo prefeito, é realizada a sessão de outorga do título.

O vereador Maurício Kusdra (DC) propôs a homenagem para a juíza Erika Watanabe. Segundo ele, foi uma forma de valorizar o trabalho realizado pela magistrada. “Ela possui uma bela carreira, em especial, no trabalho que ela desenvolve em nosso Município junto ao Conselho da Comunidade, onde auxilia na ressocialização de pessoas. Essa homenagem é de extrema importância para valorizar os bons exemplos de nossa cidade”, disse.

Já a concessão para o senhor Popke Ferdinand van der Vinne foi de autoria do vereador Rafael Rabbers (DEM). Segundo ele, seu Fredy, como é conhecido, teve um importante papel no desenvolvimento da Cooperativa Castrolanda e do cooperativismo no Município. “Tive a ideia de homenageá-lo quando ele se aposentou na Cooperativa. Ele construiu toda sua carreira lá, iniciou como auxiliar administrativo e chegou até importantes cargos de chefia. Hoje, ele atua como Presidente do Sicredi Campos Gerais”, explica Rabbers.

Autor do projeto que concedeu o título de cidadão honorário para o Tenente-Coronoel Flaubert, o vereador Gerson Sutil (PSB) destacou o currículo do homenageado. “Ele possui uma carreira militar brilhante. Entre seus grandes feitos, em 2011, participou de uma Missão das Nações Unidas no Saara Ocidental. Sem dúvidas é alguém que nos enche de esperança e inspira as pessoas a viver uma vida com retidão, honradez, honestidade, ética e seriedade".

Cidadão Honorário

Os primeiros títulos de cidadão honorário de Castro foram concedidos em 1967 para os Senhores Paulo Cruz Pimentel, William Muller e Ney Amintas de Barros Braga. Atualmente, já considerando os três homenageados, 57 pessoas receberam o título. Além de cidadão honorário, a Câmara também concede o título de cidadão benemérito, para pessoas que nasceram em Castro, e castrense que brilha, castrenses que ocupam papel de destaque em outros municípios.