Câmara de Castro sedia encontro promovido pelo Ministério da Cidadania para discutir infraestrutura

por Helcio Luiz W Kovaleski publicado 04/02/2020 18h40, última modificação 04/02/2020 18h40
Cerca de 30 integrantes da Coopertrac, na maioria caminhoneiros, assistiram à apresentação do programa federal ‘Roda Bem, Caminhoneiro’
Câmara de Castro sedia encontro promovido pelo Ministério da Cidadania para discutir infraestrutura

Câmara de Castro - evento Ministério da Cidadania - 4-2-2020

Cerca de 30 pessoas, na maioria caminhoneiros associados da Cooperativa de Transportes Autônomos de Castro (Coopertrac), participaram, na tarde desta terça-feira (4), de um encontro promovido pelo Ministério da Cidadania, com apoio do Ministério da Infraestrutura, realizado no Plenário da Câmara Municipal de Castro. A realização do encontro foi intermediada pelo vereador Paulinho Farias (PPS).

De acordo com Fábio Roque, diretor-substituto do Departamento de Cooperativismo do Ministério da Cidadania, o objetivo do encontro foi apresentar detalhes do programa federal de infraestrutura “Roda Bem, Caminhoneiro”, lançado em dezembro de 2019, com duração prevista de 18 meses, destinado a subsidiar cooperativas de transportadores de cargas de todo o Brasil, com recursos da ordem de R$ 18 milhões – ou R$ 180 mil para cada cooperativa. “As cooperativas não receberão esse valor em dinheiro, mas sim em equipamentos”, explica Roque. Segundo ele, dentro do programa as cooperativas receberão assessoramento técnico, instalação de softwares de gestão, cursos de qualificação e um kit de infraestrutura, contendo um escritório-contêiner (incluindo computador, ar-condicionado e outros itens) e um tanque de 15 mil litros de óleo diesel para o primeiro abastecimento, além da bomba. “Nesta semana, nós já iremos abrir para inscrição de novos cadastros”, informa Roque.

No Paraná, segundo Fábio Roque, cooperativas de Castro e Imbituva já estão inscritas no programa. Em Castro, é o caso da Coopertrac, que congrega 42 caminhoneiros. De acordo com o presidente da cooperativa, Rodney de Melo Larocca, o encontro “foi ótimo”, principalmente por congregar, como uma espécie de “confederação”, 100 cooperativas de todo o país. “Será muito bom esse incentivo porque poderemos comprar insumos mais baratos e também contratar os fretes diretamente, sem atravessadores”, afirma.

Na avaliação de Claudio Humberto Evers, diretor-secretário da Coopertrac, o encontro foi importante “não só para ficarmos sabendo do que está acontecendo no nosso setor em nível federal, como também porque, agora, podemos esperar por melhorias das condições dos autônomos”. A previsão é de que até o final deste ano a Coopertrac receba os equipamentos do programa “Roda Bem, Caminhoneiro”.

“Esse programa só vem melhorar para o caminhoneiro”, afirma o vereador Paulinho Farias. “O que virá do governo federal, através desse programa, será a um preço justo. Para a família de caminhoneiros, vai melhorar 100%”, diz.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados