Reajuste para servidores é aprovado na Câmara

por Thiago Terada publicado 09/05/2019 18h08, última modificação 09/05/2019 18h08
Projeto de Lei concede aumento de 8,8% para professores e de 8% para demais servidores municipais

A sessão de quarta-feira (08) da Câmara de Vereadores de Castro foi marcada pela aprovação do Projeto de Lei 45/2019 que concede reajuste para os servidores da Prefeitura Municipal de Castro. A proposição prevê aumento de 8,8% para os professores municipais e de 8% para os demais funcionários do Poder Executivo.

A vereadora presidente, Fátima Castro (MDB), explica que o projeto foi votado em regime de urgência, a pedido do Poder Executivo. “Colocamos para votar o projeto em apenas uma única discussão, pois havia a necessidade de aprovar a lei o quanto antes, para que os servidores possam receber os salários reajustados já neste mês”, explica.

O percentual concedido é composto pelo índice da inflação (INPC) do período de maio de 2018 a abril de 2019 acumulado em 4,65% e mais 3,35% de aumento real para o funcionalismo e 4,15% para os professores, impactando os 2,4 mil funcionários da Prefeitura de Castro.

Em votação única, os vereadores também aprovaram o Projeto de Lei que denomina de Lilo de Jesus Ribas a quadra esportiva localizada ao lado do CRAS Vitória de Freitas Castro, no distrito de Socavão. A vereadora Fátima, autora do projeto, escolheu homenagear Lilo, pois ele era morador do distrito, sempre gostou da prática esportiva e promovia, voluntariamente,  treinos para as crianças, adolescentes e jovens da comunidade.

Além destes projetos, os parlamentares também aprovaram, em primeira discussão, a autorização para a permuta entre terrenos de propriedade do Município de Castro por imóveis da Diocese de Ponta Grossa. A Prefeitura cederá um terreno localizado na Vila Perpétuo Socorro e, em troca, receberá um lote no Jardim Bela Vista e outro no Distrito de Abapan. Inclusive, atualmente, já há prédios públicos construídos nestes terrenos.

Também foi aprovado, em primeira discussão, o projeto, de autoria do vereador Antonio Sirlei (DEM), que propõe a utilização de canudos biodegradáveis em restaurantes, bares, quiosque e outros locais semelhantes. Segundo o parlamentar, o objetivo principal é para melhorar a qualidade do meio ambiente, impactando a qualidade de vida de todos os seres vivos. “É preciso realizar este trabalho de preservação do meio ambiente. Um canudo plástico parece inofensivo, mas demora 100 anos para se decompor”, diz Sirlei.