Vereadores aprovam 13 projetos em sessão da Câmara

por Thiago Terada publicado 22/08/2019 16h26, última modificação 22/08/2019 16h26

A sessão da Câmara de Vereadores de Castro desta quarta-feira (21) foi marcada por uma pauta extensa. Ao todo, treze projetos de lei foram colocados para discussão e votação, sendo que dois estavam sendo analisados em segunda votação e os outros onze foram votados pela primeira vez.

Em segunda votação, os legisladores aprovaram novamente a inclusão do Dia Municipal da Araucária no calendário oficial do Município. De autoria do vereador Rafael Rabbers, o objetivo da lei é que no dia 24 de junho, mesma data em que é celebrado o dia nacional da araucária, possa ser trabalhada nas escolas sobre a espécie, a importância da sua preservação e um pouco da história da árvore que é um dos símbolos do Paraná.

“A ideia da proposição partiu da Professora Stela Kachinski que está desenvolvendo no CMEI Turma do Pererê o Projeto ‘Da pinha vem o pinhão, da nossa consciência a preservação'. Fui procurado pela professora que apresentou e explicou sobre o trabalho que está sendo elaborado e sugeriu a inclusão da data no calendário”, explica Rabbers.

Outra proposição do vereador também estava para em segunda votação e foi aprovado por unanimidade. O projeto de lei 83/2019, sugeria a correção do nome da Rua Noel Clodoval Cunninghann, pois a grafia correta do sobrenome é Cunningham. “Fui procurado por um familiar do homenageado e alertou que a escrita estava errada, por isso sugerimos a correção”, disse Rabbers.

Já em primeira votação, estavam nove projetos de autoria do Poder Executivo que solicitavam autorização para abertura de crédito adicional, sendo que todos foram aprovados por unanimidade. Os pedidos são para a realização de serviços, pagamentos ou obras que não estavam previstos no orçamento deste ano e a Câmara precisa aprovar para que estas alterações no orçamento possam ser realizadas.

Os vereadores também aprovaram pela primeira vez alterações na Lei 2866/2014 para incluir uma escavadeira hidráulica na relação de equipamentos que o Município disponibiliza aos munícipes para prestação de serviços públicos e a criação da Camerata Cidade de Castro, que tem por objetivo promover o ensino e a prática de música em grupo e difundir a arte musical.

Agora, os projetos aprovados em segunda votação seguem para análise e sanção do prefeito. Já os que foram em primeira, necessitam ser discutidos e votados novamente na próxima sessão da Câmara.

Presidência

A sessão desta quarta-feira foi presidida pelo vereador vice-presidente, Herculano da Silva (PSC), pois a vereadora presidente Fátima Castro (MDB), bem como Paulinho Farias (PPS) e Cézar do Povo (PSC), estão em Foz do Iguaçu participando do 66º Fórum Nacional de Habitação de Interesse Social.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados